Julio Cezar Durigan

Em decreto publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo de 18 de agosto de 2016, o governador Geraldo Alckmin nomeou Julio Cezar Durigan para integrar, como membro, o Conselho Superior da FAPESP.

O novo conselheiro foi nomeado para um mandato de seis anos, em vaga aberta após o término do mandato da conselheira Maria José Soares Mendes Giannini.

Durigan (389 votos), Helena Bonciani Nader (368 votos) e Sérgio Augusto Morais Carbonell (139 votos) foram os indicados na eleição destinada à elaboração da lista tríplice para a escolha de novo membro do Conselho Superior da FAPESP.

A eleição foi realizada de 6 a 10 de junho e a apuração do resultado foi feita pela comissão eleitoral na sede da FAPESP. Foram recebidos 791 votos válidos, 5 em branco e 2 nulos, com participação de 89,9% do colégio eleitoral.

A lista tríplice foi encaminhada ao governador para a escolha do novo conselheiro nos termos do art. 7º, § 3º, da Lei Estadual nº 5.918, de 18/10/1960, combinado com o art. 9º, alínea “c”, dos Estatutos da FAPESP, aprovados pelo Decreto nº 40.132, de 23/05/1962.

Durigan é reitor e professor titular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Cursou a graduação na Faculdade de Medicina Veterinária e Agronomia de Jaboticabal da Unesp, formando-se engenheiro agrônomo em 1975. Concluiu o mestrado em Produção Vegetal em 1978, na Unesp, e o doutorado em Solos e Nutrição de Plantas, na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (USP), em 1983.

É vice-presidente da Associação Universitária Iberoamericana de Pósgrado e membro titular do Conselho da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais, do Conselho da Associação de Universidades de Língua Portuguesa, do Conselho da Rede de Administradores de Universidades Iberoamericanas e dos conselhos curadores do Memorial da América Latina-São Paulo e da TV Cultura da Fundação Padre Anchieta, entre outros.

Agência FAPESP

 

Pin It