MapBiomas

Douglas William Cirino, aluno de graduação da Universidade Federal do ABC (UFABC), conquistou o primeiro lugar na categoria Jovem da primeira edição do Prêmio MapBiomas.

O estudante venceu com o trabalho de iniciação científica apoiado pela FAPESP e coordenado pela professora da UFABC Simone Rodrigues de Freitas.

A pesquisa de Cirino abordou como os atropelamentos da espécie Cerdocyon thous, conhecida como cachorro-do-mato, em estradas no Brasil podem estar relacionados com mudanças na cobertura e uso da terra. Presente em grande parte da América do Sul e em todos os biomas brasileiros, com exceção do centro da Amazônia, é uma das espécies com o maior registro de atropelamentos no Brasil.

Por meio de uma análise da paisagem feita com mapas de uso e cobertura do solo do MapBiomas e dados georreferenciados de mortalidade do animal em rodovias brasileiras, o trabalho concluiu que a presença de estradas pode causar o avanço do uso agropecuário em áreas onde havia vegetação nativa e essa conversão leva os cachorros-do-mato a acompanhar a expansão de modo arriscado para a continuidade da espécie.

Os resultados indicam que a maior parte dos atropelamentos dos cachorros- do-mato ocorre em proximidades de rios e massas d’água e em extensas áreas de terra convertidas em agropecuária.

O objetivo do Prêmio MapBiomas foi estimular estudos sobre a relação entre a infraestrutura de energia e transportes e a dinâmica de alterações na cobertura e uso do solo no Brasil. Os trabalhos vieram de 11 estados do Brasil e também da Alemanha.

Ana Paula Silva e Pâmela Assis, ambas da Universidade Federal de Goiás (UFG), conquistaram o segundo lugar na categoria Jovem. Na categoria Geral, Felipe Nabuco (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e Rodrigo Nóbrega (Universidade Federal de Minas Gerais) foram premiados em primeiro lugar. A segunda colocação ficou com Gabriel Frey em parceria com outros pesquisadores do Center for Development Research, Bonn (Alemanha).

O evento de premiação foi realizado no dia 2 de maio de 2019, no Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP).

Agência FAPESP

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

Pin It