A reunião comemorativa dos 20 anos do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) do governo federal foi realizada na cidade de Brasília no dia 6 de dezembro. Criado em 1998, o programa visa à melhoria da qualidade habitacional, modernização e produtividade do setor da construção civil brasileira. A busca por esses objetivos envolve ações para aumento da competitividade setorial, melhoria da qualidade de produtos e serviços, desenvolvimento de novas tecnologias, avaliação de desempenho dos sistemas construtivos, sustentabilidade, redução de custos e otimização dos recursos públicos.

O programa tem adesão voluntária e está estruturado com base na implementação de um conjunto de sistemas (Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras da Construção Civil – SiAC; Sistema de Qualificação de Empresas de Materiais, Componentes e Sistemas Construtivos – SiMaC; e Sistema Nacional de Avaliação Técnica de Produtos Inovadores e Sistemas Convencionais - SINAT) que contribuem para a modernização do setor da construção civil e a redução do déficit habitacional, com funções específicas e que se inter-relacionam direta ou indiretamente.

Reunião comemorativa do PBQP-HReunião comemorativa do PBQP-H contou com a presença de profissionais de diversas instituições: da esq. para a dir, Constantino Frollini Neto, diretor de Norma e Qualidade da Associação Nacional da Indústria Cerâmica - Anicer; Fulvio Vittorino, diretor do Centro Tecnológico do Ambiente Construído do IPT; Maria Salette de Carvalho Weber, coordenadora-geral do PBQP-H no Ministério das Cidades; Claudio Mitidieri, pesquisador do Laboratório de Componentes e Sistemas Construtivos do IPT, e Natel Moraes, presidente da Anicer

O PBQP-H é definido como um Sistema de Gestão da Qualidade específico para a construção civil. As empresas do setor devem se adaptar e comprovar padrões de qualidade para participar dos incentivos criados pelo governo federal como, por exemplo, o programa Minha Casa Minha Vida.

Apoio Tecnológico – Segundo o pesquisador Claudio Mitidieri, do Centro Tecnológico do Ambiente Construído do IPT, a participação do Instituto no PBQP-H vem praticamente desde a sua concepção, iniciada em 1996: “Participamos da criação do programa com seus projetos estruturantes, a exemplo do sistema de qualificação de serviços, hoje SiAC, o SiMaC e, principalmente, o SINAT, na avaliação de desempenho de sistemas inovadores e também convencionais. A norma de desempenho ABNT NBR 15.575, que teve o IPT na sua dianteira desde a década de 1980, foi fundamental para o programa.”

Para o pesquisador, o PBQP-H trouxe mudanças importantes no setor habitacional brasileiro: “Foram introduzidos diversos avanços na qualificação e certificação de produtos e, também, no desempenho de edificações habitacionais. O SINAT é hoje a porta de entrada das inovações tecnológicas na construção de habitações, reconhecido como uma ‘estrada bem pavimentada’”.

IPT

Pin It