Facility integra o Programa Rede de Equipamentos Multiusuários (PREMiUM)

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) inaugurou, em 6 de outubro, o Centro de Armazenamento de Amostras Biológicas, com capacidade de abrigar até 100 freezers a -800 e que também abrigará uma unidade de criopreservação, com seis tanques de nitrogênio líquido. O presidente da FAPESP, José Goldemberg, participou do evento.

O Centro, que integra o Programa Rede de Equipamentos Multiusuários (PREMiUM), foi constituído com recursos da USP e da Reserva Técnica para Infraestrutura Institucional de Pesquisa da FAPESP, por meio da qual a Fundação apoia a infraestrutura coletiva de pesquisa da instituição.

“A Faculdade de Medicina e o Hospital das Clínicas têm 62 laboratórios que abrigam mais de 200 pesquisadores. Em cada um dos prédios do complexo há um laboratório de armazenamento de amostras biológicas, organizado por áreas. Mas faltava espaço para abrigar equipamentos de conservação de parte das amostras utilizadas, como sangue, tumores e tecidos”, explica Roger Chammas, coordenador da Rede PREMIUM.

Atualmente, 60% da área do novo Centro já está ocupada. Os planos, segundo Chammas, preveem a aquisição de novos equipamentos e a utilização de sistema de armazenamento eletrônico. “Os freezers serão monitorados em tempo real, o que contribuirá para melhorar a qualidade do armazenamento e reduzirá gastos de manutenção”, disse. “Amostras de sangue e tecido são um patrimônio importante de pesquisa.”

Agência FAPESP

Pin It