estudantes

Mudança ocorreu não prejudicar estudantes devido à pandemia

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou por tempo indeterminado o período das listas de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As mudanças foram publicadas na edição desta quarta-feira (18), do Diário Oficial da União. Segundo o coordenador-geral de Programas de Ensino Superior do MEC, Thiago Leitão, a medida busca não prejudicar nenhum aluno.

A lista de espera é mais uma oportunidade para candidatos que não foram pré-selecionados na primeira e segunda chamadas conseguirem uma bolsa pelo programa. Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019.

O ProUni

área química

As inscrições para a edição 2020 do Prêmio CRQ-IV, promovido pelo Conselho Regional de Química IV Região (São Paulo), podem ser feitas até o dia 31 de março. O concurso é aberto a estudantes de cursos técnicos e superiores da área química ministrados no Estado de São Paulo.

O prêmio está dividido nas modalidades “Química de Nível Médio”, “Química de Nível Superior” e “Engenharias da Área da Química”.

Além de certificados, os vencedores em cada modalidade receberão R$ 6 mil, enquanto seus orientadores ganharão R$ 4 mil. No total, serão distribuídos R$ 30 mil em premiação. As escolas de origem dos ganhadores também receberão certificados.

A principal mudança no regulamento em relação aos anos anteriores

EAD sobre Avaliação de Carcaças

Médicos veterinários que pretendem se qualificar para assumir responsabilidades de avaliação e classificação na inspeção com base em risco, de suínos, podem se inscrever até o dia 17 de janeiro de 2020 para o curso EAD “Avaliação e classificação de suínos, carcaças e partes de carcaças, em atendimento à IN79/2018”, disponibilizado pela Embrapa Suínos e Aves. O curso será ministrado na plataforma e-campo, no Portal da Embrapa, e tem como proposta central capacitar as equipes de profissionais para entender quais os objetivos da inspeção com base em risco, e qual seu papel como profissional neste processo.

A base do conteúdo deste curso é resultado de um projeto de pesquisa executado pela Embrapa e Departamento de

sala de aula

A inovação, considerada um grande ativo para o século 21, tem na criatividade um insumo essencial. No entanto, um estudo feito com professores de escolas brasileiras constatou que essa habilidade mental não é valorizada ou estimulada nas salas de aula do país.

“Os testes de criatividade aplicados em crianças demostraram que elas tinham esse potencial. No entanto, os professores não percebiam seus alunos como criativos. Além disso, essa habilidade não era vista como algo importante e sim como um problema, pois o indivíduo criativo é questionador. Por esse motivo, essa capacidade vem sendo reprimida em sala de aula desde o ensino básico até as universidades”, disse Solange Muglia Wechsler, diretora do Laboratório de Avaliação e

Ciência e Tecnologia

Uma Bolsa de Doutorado Direto da FAPESP é oferecida para o projeto “Desenvolvimento de uma meta-heurística híbrida com fluxo de controle e parâmetros adaptativos”, conduzido no Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em São José dos Campos (SP). As inscrições vão até 30 de novembro de 2019.

O objetivo é investigar e desenvolver algoritmos exatos e heurísticos para problemas de empacotamento, considerando restrições de transporte, integradas ou não a problemas de roteamento.

A pesquisa também trabalha com restrições de armazenamento dos itens, roteirização e ordem de entrega, fragilidade dos itens e estabilidade da configuração frente a forças externas, balanceamento de carga, características do veículo ou da própria carga,

UFSCar

Com objetivo de criar um novo espaço de interação e suporte às atividades voltadas à transformação de ideias e conhecimentos em inovação e empreendimentos, a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) inaugurou a Starteca.

O espaço de coworking foi criado em uma parceria entre o Sistema Integrado de Bibliotecas e a Agência de Inovação, ambos da UFSCar, para atender a comunidade em ações voltadas à inovação e ao empreendedorismo.

O local também vai abrigar cursos e eventos, apoiar a área de Informação e Propriedade Intelectual e reunir parceiros para projetos e soluções de problemas.

A Starteca está localizada no Piso 2 da Biblioteca Comunitária da UFSCar, na área Norte do campus São Carlos. Ela foi

simpósio internacional

Brasil e França mantêm uma longa relação nos campos acadêmico e científico, que remonta à própria origem de instituições como a Universidade de São Paulo (USP) na década de 1930 e que deverá se fortalecer ainda mais no futuro.

O destaque foi feito por dirigentes da FAPESP e da Université de Paris na abertura da segunda etapa do simpósio FAPESP Week France, realizada nesta segunda-feira (25/11), em Paris. O evento, que acontece até 27 de novembro na capital francesa, dá sequência a dois dias de apresentações e debates ocorridos em Lyon.

“O Brasil é um parceiro-chave para as instituições francesas. A cooperação científica e acadêmica entre instituições de ensino superior e de pesquisa da França

colônia de bactérias Pseudomonas fluorescens

Uma Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP está disponível para o Projeto Temático “Mudanças climáticas e eficiência energética na agricultura: um enfoque em estresse hídrico, manejo orgânico e biologia do solo”, vinculado ao Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais da FAPESP e conduzido na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP). O prazo de inscrição se encerra no dia 27 de novembro de 2019.

O projeto estuda os efeitos das mudanças climáticas e dos sistemas de cultivo nas comunidades microbianas do solo (fungos e bactérias) e na sustentabilidade agrícola. O estudo das emissões de gases de efeito estufa e da ciclagem de nutrientes em diferentes sistemas de

Educação Especial

A Secretaria de Educação a Distância da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) lançou o curso “Educação Especial: histórico, políticas e práticas”, oferecido na modalidade a distância e em formato acessível a pessoas com deficiência.

Com carga horária de 30 horas e certificação gratuita, a formação é conduzida pelo professor Leonardo Santos Amâncio Cabral, do Departamento de Psicologia da UFSCar, e está disponível por meio do Portal de Cursos Abertos (PoCA) da universidade.

O curso é destinado a estudantes, educadores e profissionais de diversas áreas do conhecimento, além de professores desde a educação básica até o ensino superior. A formação conta com videoaulas com janela de Libras, legendas automáticas e descrição de imagens.

Não há

mesa-redonda na FAPESP Week France

A colaboração internacional é uma forma de ampliar a qualidade das pesquisas e a competitividade das universidades. Tanto que instituições de ensino superior em todo o mundo adotam planos estratégicos de internacionalização que combinam não só a mobilidade de estudantes e professores, como também a colaboração em projetos de pesquisa.

“Recentemente, fizemos uma análise de nossas parcerias, destacando forças e fraquezas, e identificamos que, embora tivéssemos muitos acordos, poucos eram realmente ativos. Passamos então a focar em parcerias com poucas universidades, mas com atuação importante e nas áreas de pesquisa em que somos fortes”, disse Stéphane Riou, pró-reitor de Pesquisa da Université Jean Monet Saint-Étienne (França), durante mesa-redonda sobre estratégias para a colaboração internacional realizada

Momotus momota

O Programa de Pós-Graduação em Conservação da Fauna (PPGCFau) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está com processo seletivo aberto para o curso de mestrado profissional. São oferecidas seis vagas e as inscrições podem ser feitas até 25 de novembro de 2019.

O PPGCFau é uma iniciativa da UFSCar em parceria com a Fundação Parque Zoológico de São Paulo e está organizado em duas linhas de pesquisa: “Biologia da Conservação e Genética da Conservação” e “Gestão e Manejo in situ e ex situ”.

A pós-graduação é multidisciplinar e abrange teoria, conceitos e métodos da educação ambiental, gestão, manejo animal, biologia, ecologia, comportamento e genética. O objetivo é desenvolver conhecimento e tecnologias com o foco