Cultura

Escola General Ozo

Idealizado pelo publicitário Fernando Oliveira, da agência Trinity, o espetáculo é inspirado no Profeta Gentileza

Entre os dias 15 de novembro e 21 de dezembro, o projeto ‘Gentilezinha’ retorna ao Rio de Janeiro levando para diversas regiões da cidade uma variedade de atrações que tem o objetivo de propagar valores importantes para a formação da cidadania entre jovens e crianças. Neste período serão apresentadas cerca de 28 encenações de teatro infantil para escolas da rede pública de ensino, além de locais aberto ao público. Dentre os locais de apresentação estão: Praça do Pomar, Praça Nossa Senhora da Paz, Vila Olímpica da Mangueira, Nave do Conhecimento, entre outros. A programação completa poderá ser conferida na página

Festa do Kuarup, na aldeia Kamayurá

Os povos indígenas ocupam o território brasileiro há mais de 10 mil anos. Somam, atualmente, cerca de 900 mil indivíduos, distribuídos em 305 etnias com 274 línguas distintas, de acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010. Essa população ocupa 722 áreas de reserva protegidas pela legislação, que correspondem a 13,8% do território e formam uma espécie de enclave de tensão entre duas culturas, dois sistemas de produção, dois Brasis.

“Integração no Brasil é sempre pensada como uma assimilação cultural, o que é absolutamente errado. Os indígenas não querem ser assimilados, poderiam, se quisessem. Mas não é essa a ideia”, disse Manuela Carneiro da Cunha, professora da

Coreia do Sul

Evento circulará pelas cidades do Rio de Janeiro, Nova Friburgo e Volta Redonda

Entre os dias 05 e 26 de novembro acontece o evento ‘Coreia: Celebrando Cultura, Tecnologia e Inovação’, a ação celebra o aniversário de 60 anos das Relações Diplomáticas entre a Coreia do Sul e o Brasil. Durante o evento haverá exposição fotográfica sob as lentes do sul-coreano Song Kwang Chan e do brasileiro Bruno Costa, apresentação do alfabeto coreano “hangul”, palestras sobre cultura, tecnologia e inovação coreana, além de experiência de realidade virtual. A programação completa e pré-inscrição para o seminário poderá ser conferida no site www.asiacolors.com.br/coreia.

Sob curadoria da pesquisadora especialista em península coreana e também diretora executiva da AsiaColors Marcelle Torres e

O Dia das Crianças do Shopping Grande Rio, em São João de Meriti, será para lá de animado. Em parceria com o Sesc RJ, a data será celebrada com atividades especiais destinadas a toda a família, como oficinas diversas, ‘Espaço Baby’, orientações de saúde bucal, entre tantas outras. A ação visa aproximar e destacar a importância de atividades de cultura, saúde e lazer junto ao público. O evento é gratuito e acontecerá no dia 12 de outubro (sábado), das 11h às 17h, em pontos do mall do empreendimento – no corredor próximo ao restaurante Outback, ao lado da Renner e em frente à loja O Boticário.

Na programação de oficinas, atividades voltadas ao desenho, construção

Expo Religião

De 03 a 06 de outubro, a Expo Religião 2019, evento inter-religioso que reúne cerca de 23 segmentos religiosos chega a sua 7ª edição e apresenta aos visitantes uma programação repleta de danças, palestras, gastronomia, rodas de conversas, exibição de filmes, dentre outras ações. O evento é gratuito e acontece na Biblioteca Parque Estadual, no Centro do Rio. No dia 03, quinta-feira, das 13h às 19h. Já nos dias 04, 05 e 06, sexta, sábado e domingo, das 10h às 19h.

Dirigida e idealizada pela jornalista Luzia Lacerda, o evento propõe mostrar a todos que é possível viver em harmonia, levando conhecimento e entendimento de diversas religiões. A feira apresenta novidades do universo religioso expondo

exposição Meta-Arquivo

O Sesc Belenzinho promove nos dias 19 e 26 de outubro, sábados, às 10 horas, a aula aberta O que o artista pesquisador pode ensinar ao professor pesquisador? com a professora e escritora Ângela Castelo Branco. Destinado a professores e interessados em geral, os dois encontros são independentes, podendo os participantes optar por um ou pelos dois dias. As inscrições são grátis e devem ser feitas no local.

Esta atividade faz parte dos Programas Públicos que integram a exposição Meta-Arquivo: 1964-1985 – Espaço de Escuta e Leitura de Histórias da Ditadura, em cartaz na unidade até o dia 24 de novembro. Os programas foram elaborados para aprofundamento e reflexão acerca dos temas abordados e das

Sarau SP

Teatro, música, cinema, poesia, escape, performance corporal, pocket show e fotografia compõem a programação.

A Escola de Atores Wolf Maya realiza a terceira edição do Sarau SP nos dias 11 e 12 de outubro, sexta e sábado, das 11h às 17h30. O evento é aberto ao público. Para participar, basta levar uma lata de leite em pó e adquirir o ingresso para todas as atividades do dia.

Durante os dois dias, uma série de atividades acontece, simultaneamente, promovendo uma imersão lúdica nas artes. São esquetes, poesias, performances corporais, exibição de curtas-metragens, exposição fotográfica, escape e pocket musical com números da Broadway.

O Sarau-SP é uma extensão das atividades realizadas pela Escola de Atores Wolf Maya.

Sesc Belenzinho realiza debates

A partir do dia 5 de outubro, o Sesc Belenzinho promove diversas atividades – discussões, debates itinerantes e encontro – que fazem parte da Programação Integrada à exposição Meta-Arquivo: 1964-1985 - Espaço de Escuta e Leitura de Histórias da Ditadura, em cartaz na unidade até o dia 24 de novembro.

O segundo momento são os Debates-Itinerantes: percursos quinzenais pela região leste da cidade e centro expandido que apresentam na paisagem urbana questões levantadas nos Laboratórios Desarquivos, promovendo reflexões acerca das especificidades da organização da vida em períodos ditatoriais.

No dia 30 de outubro, às 19h, acontece um Encontro com pesquisadoras(es) do Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF-UNIFESP), que trabalham na identificação de ossadas da vala

Projeto de divulgação científica

A Biblioteca Comunitária (BCo) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) sediará a exposição “Ouroboros: 15 anos divulgando Ciência” até 31 de outubro de 2019.

O Núcleo Ouroboros é um projeto de divulgação científica vinculado ao Departamento de Química da UFSCar.

A exposição apresenta cenários, figurinos, adereços, fotos e banners das várias peças teatrais criadas pelo grupo, como “Além da lenda”, “O Químico e o Monstro”, “Lição de Botânica”, “A gênia Einstênia”, “O tesouro de Gaia”, “Sidereus Nuncius: o mensageiro das estrelas”, dentre outras.

Os visitantes também poderão conhecer sinopses e roteiros de alguns espetáculos, tirar fotos com os figurinos e até interagir com os atores. Além das peças teatrais, outras atividades desenvolvidas pelo núcleo

Afrotopia

De 10 a 19 de outubro de 2019 acontece o “Áfricas Contemporâneas – do continente às diásporas”, evento que reúne conferências, mesas-redondas, colóquios, oficinas, intervenções, performances, projeções audiovisuais, exposições e apresentações musicais que transitarão entre a produção acadêmica e a arte, com o objetivo de abrigar um conjunto de produções africanas contemporâneas que se debruçam a refletir sobre Áfricas no mundo e o mundo visto a partir de Áfricas. Na abertura do evento Felwine Sarr, escritor senegalês, realiza uam conferência e lança seu livro “Afrotopia” (N-1 Edições). Pensadores, ativistas e artistas da África do Sul, Angola, Cabo Verde, Egito, Mali e Senegal, africanos da diáspora em Portugal, e Inglaterra desmistificam a visão colonialista de que

Brachá, Uma Bênção

Chega a São Paulo "Brachá, Uma Bênção - Retorno ao Schtetl polonês", exposição com fotos da polonesa Agnieszka Traczewska.

A mostra, apresentada em Janeiro passado na sede da ONU, em Nova York dentro das celebrações do Dia Internacional da Lembrança do Holocausto, estará no Memorial da Imigração Judaica e do Holocausto a partir de 17 de Outubro.

No evento de abertura, exclusivo para convidados e imprensa – em 16 de Outubro, às 19 horas –, Agnieszka Traczewska estará presente e proferirá palestra sobre o trabalho.

exposição de Agnieszka Traczewska
Foto: Agnieszka Traczewska

"A grandeza da exposição 'Brachá, Uma Bênção' reside no fato de poder retratar chassidim peregrinando a túmulos de tzadikim, alimentando a esperança de que esta parte importante do