Feira Nacional do Camarão

A Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO) participará da XVI Feira Nacional do Camarão (Fenacam), que acontece nesta semana em Natal-RN. A programação técnica será entre quarta e sexta-feira e na noite desta terça, 12 de novembro, acontece a solenidade de abertura no centro de convenções da capital potiguar.

Um dos projetos que será apresentado é o que está trabalhando para a formatação de um Sistema de Inteligência Territorial Estratégica para Aquicultura no Brasil (Site Aquicultura). A proposta é organizar dados e informações relacionados ao setor aquícola em todo o país, como entrepostos existentes, fábricas de ração, associações ou cooperativas de produtores e políticas públicas de desenvolvimento da piscicultura.

“O Site aquicultura é um sistema pensado para atender demandas sobre informações espaciais de diversos setores da cadeia produtiva em território nacional, facilitando a tomada de decisão dos setores públicos e privados e contribuindo para a elaboração de políticas públicas”, explica Marta Ummus, que é a coordenadora técnica do projeto e trabalha na Embrapa Pesca e Aquicultura.

Segundo ela, serão dois os produtos a serem entregues: “um webgis que permita a visualização, análises espaciais simples e download das informações e um aplicativo para Android e IOS onde o produtor poderá se localizar sobre uma base de mapas e encontrar onde estão os demais produtores de sua mesma cadeia, as fábricas de ração, entrepostos de pescado, instituições de ensino e outras informações mais próximas dele. Isso poderá fornecer a possibilidade do produtor se organizar em sua atividade, identificando onde estão as estruturas e os produtores mais próximos a ele, por exemplo”.

Para apresentar o projeto e levantar demandas que possam ser trabalhadas dentro de seu escopo, haverá reunião técnica durante a Fenacam. Está marcada para quarta-feira, 13 de novembro, às 15h na Sala Muriú. Todos os interessados estão convidados a conhecer melhor o Site Aquicultura e conversar com parte da equipe envolvida no projeto. Nessa reunião, serão apresentados alguns mapas já como resultados preliminares.

Esforço conjunto – Ao todo, participam do projeto nove Unidades Descentralizadas e uma Secretaria da Embrapa, além de parceiros, num total de quase 80 pessoas. O Site Aquicultura tem financiamento de três projetos complementares. Um deles é o Projeto Integrado da Amazônia, série de projetos que a Embrapa lidera dentro do Fundo Amazônia, que conta com recursos internacionais doados por alguns países e geridos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Outra fonte de financiamento do Site Aquicultura é o BRS Aqua, grande projeto que a Embrapa lidera e que tem recursos de três instituições: o BNDES; a Secretaria de Aquicultura e Pesca, órgão ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAP / Mapa) – este recurso está sendo executado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); e a própria Embrapa.

A terceira fonte de financiamento do Site Aquicultura é o projeto Aquicultura com Tecnologia e Sustentabilidade, o Aquitech; este tem recursos financeiros do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Além da discussão sobre o Site Aquicultura, o Aquitech promoverá outras reuniões durante a Fenacam 2019.

Na quinta, 14 de novembro, o tema é “Ações para o desenvolvimento da ostreicultura em águas tropicais brasileiras” e, logo depois, haverá reunião sobre a gestão do projeto. As atividades estão marcadas para os períodos de 15h às 17h e de 17h às 19h, respectivamente.

Já na sexta, 15 de novembro, serão apresentadas – entre 16h e 18h – ações do Aquitech com camarão. Antes, de 14h30 às 16h, acontece workshop sobre cultivos multitróficos na aquicultura – atividade relacionada ao Aquavitae, projeto que envolve 29 instituições de 16 países da América, da Europa e da África.

Confira a programação completa do evento clicando neste link.

Clenio Araujo (6279/MG)
Embrapa Pesca e Aquicultura

Pin It