pesquisa colaborativa entre cientistas franceses e paulistas

A FAPESP assinou, nesta segunda-feira (25/11), em Paris, um acordo para a colaboração em pesquisa com a École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS).

O anúncio ocorreu durante a FAPESP Week France, simpósio internacional que acontece entre os dias 21 e 27 de novembro, nas universidades de Jean Moulin Lyon 3 e Paris Diderot.

“A FAPESP já tem 170 projetos em colaboração com a EHESS, e a intenção é que, com o acordo, a parceria cresça ainda mais. Compreendo que a EHESS seja uma espécie de hub para pesquisadores interessados em estudar o Brasil”, disse o presidente da FAPESP, Marco Antonio Zago, no momento da assinatura do acordo.

O documento destaca o compromisso das duas instituições em promover a implementação de projetos conjuntos de pesquisa, organização de seminários e atividades de intercâmbio científico que ajudem a preparar a base para a colaboração científica.

A EHESS reúne pesquisadores e estudantes de todo o mundo e tem o intuito de entender as sociedades em sua complexidade. A instituição tem um modelo único no campo universitário francês por seu projeto intelectual, bem como seu modelo de treinamento em pesquisa, suas raízes internacionais e sua abertura à sociedade.

“Esse acordo é importante e será muito construtivo para todos. Temos muitos brasileiros, brasilianistas e brasileiros brasilianistas aqui na EHESS”, disse Christophe Prochasson, reitor da EHESS, durante assinatura do acordo de colaboração.

“É uma alegria poder celebrar esse acordo e trabalhar com a FAPESP para o desenvolvimento, aprofundamento e enriquecimento do conhecimento em ciências sociais nos dois países”, disse Antonella Romano, pró-reitora de Estudos da EHESS e responsável pela área de Relações Internacionais da instituição.

O simpósio FAPESP Week France acontece entre os dias 21 e 27 de novembro, graças a uma parceria entre a FAPESP e as universidades de Lyon e de Paris, ambas da França. Leia outras notícias sobre o evento em www.fapesp.br/week2019/france.

Maria Fernanda Ziegler, de Paris
Agência FAPESP

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

Pin It